As Nossas Tradições

O primeiro passeio do ano:

Realizado sempre no início do ano, consiste num passeio domingueiro, com destinos próximos, para circular com calma, preferencialmente junto à costa, com paragem a meio percurso (de preferência para visitar um local turístico), terminado em almoço de confraternização.

(Para ver mais sobre as nossas tradições, clique nas fotografias)

 

Os Moto Ralis turísticos:

Em 1995 realizámos o nosso primeiro Moto Rali (um ano antes de serem realizados sob a égide da FMP). Em 1996 realizámos o nosso primeiro Moto Rali federado. Somos o Moto Clube a nível nacional com mais Moto Ralis anuais realizados. Este tipo de evento pretende promover os locais por onde passamos, a gastronomia e cultura, de forma turística, tendo sido realizadas no concelho de Sintra cerca de meia dúzia de edições. A falta de apoios institucionais da Autarquia Sintrense e das suas Juntas de Freguesias levou-nos a procurar outras paragens e apoios. Os Moto Ralis encontram-se inseridos no troféu nacional de Moto Ralis turísticos da Federação de Motociclismo de Portugal e o nosso é realizado todos os anos no mês de maio (excecionalmente em 2015 realizou-se em junho). Hoje em dia somos reconhecidos pelo bem-fazer nesta área, temos em carteira convites a apoios de outras Câmaras para as próximas provas e eventos da mesma natureza. Este ano, o nosso 23.º Moto-Rali (22.º da FMP) irá realizar-se nos dias 12 e 13 de maio.

 

O “Corujas” – Moto Rali noturno:

Uma forma diferente de andar de moto, de passear e de conviver. Nem sempre de forma contínua (anual) pois realiza-se pontualmente em função do tempo (condições atmosféricas) e calendário de eventos internos e nacionais.  Começamos por juntar os participantes num jantar de confraternização, a partida é dada às 00:00H e o fim definido para as 7:00H. Levamos os motards a passear, seguindo um road-book descontraído, com muitas paragens culturais, partidas engraçadas e jogos para manter a boa disposição e atividade contínua. No final, é dado o pequeno-almoço e feita a entrega de lembranças a todos os participantes. A nível nacional, há apenas dois Moto Clubes a realizar uma prova com estas características: nós e o Moto Clube do Porto. 

 

O Portugal Lés-a-Lés:

Nasceu pela mão de cinco moto clubes: Motards do Ocidente; Porto; Lisboa; Mototurismo do Centro e Lourosa (extinto). Atualmente é realizado pela Federação de Motociclismo de Portugal que chamou a si a organização do evento ao perceber que seria a sua maior fonte de receita. No entanto, marcamos presença habitual desde a sua 1.ª edição com, pelo menos, dois postos de controlo. 

Campeonato Nacional de Velocidade:

Ao longo dos anos foram vários os pilotos que fomos apoiando nesta modalidade. No ano de 2015 voltámos a estar presentes no Campeonato Nacional de Velocidade, apoiando novamente o nosso Sócio Desportivo Pedro Flores, que concorreu na Classe LC4, Troféu Século XX – Taça Luís Carreira, na qual obteve o 1.º lugar. No ano de 2016 decidimos arrojar ainda mais nesta modalidade, e criámos o Team Motards do Ocidente constituído pelos pilotos Pedro Flores e Jorge Afonso, que concorrentes do Troféu Século XX, – Taça Luís Carreira, Classe Open (antiga Classe LC4). No fim de semana de 29, 30 e 31 de janeiro de 2016, estivemos presentes no 1.º Salão de Motos de Competição, em Esposende, apoiando o nosso piloto Pedro Flores e divulgando o nosso Moto Clube. Na época 2017, iremos continuar a apoiar os nossos pilotos e a sua equipa, este ano denominada Tugabikers Speed & Dust

 

TT – Troféu Yamaha:

Também no TT já tivemos alguns pilotos a concorrer em provas nacionais. A par com o CNV, os nossos pilotos correm também no Troféu Yamaha, na Classe Clássica de Enduro (Pedro Flores) e na Classe WR 450 (Jorge Afonso). Apoiamos também pilotos mais jovens, como é o caso do atual campeão nacional da Classe YZ 85 Rodrigo Salgueiro Luz e do piloto Duarte Flores (Iniciados Moto).

 

 24 de outubro – o nosso aniversário:

Na primeira década foi sempre realizado com festas de fim-de-semana, com atividades ao sábado à tarde, pela noite dentro, com música, terminando com almoço de domingo para os sócios e convidados. Tivemos o nosso expoente máximo enquanto festa quando em 1996 a Rekena nos emprestou um armazém, tendo mobilizado mais de 3000 motociclistas de todo o país, onde tivemos vários stands de concessionários de motos e outros produtos, expositores, bandas ao vivo e um écran gigante para um “Benfica-Sporting”. Nesse ano, movimentamos mais de 5.000$00 (25.000€). Nesta ocasião recebemos o primeiro e único apoio financeiro no valor de 250 contos, gentil oferta da Junta de Freguesia da Terrugem em reconhecimento pelo nosso trabalho e sucesso. Nos últimos anos, devido à falta de apoios, passamos a comemorar o aniversário em jantares para os sócios e alguns convidados. Em 2015 decidimos arriscar e recuperar o espírito festivo. Sem qualquer apoio, voltámos a comemorar o nosso aniversário com uma festa, aberta a todos os que connosco quisessem comemorar esta data tão especial. A festa foi realizada no campo de jogos do Sporting Clube de Vila Verde. Foi um dia memorável de confraternização entre Sócios e amigos do Moto Clube.

 Apoio a corridas:

A convite da Federação de Motociclismo de Portugal realizámos vários apoios a provas de velocidade, quer no Autódromo do Estoril (entre elas o Moto GP), quer no Autódromo de Portimão (Super Bikes).

Anualmente apoiamos também algumas corridas de atletismo, nomeadamente no transporte de repórteres de imagem, tais como: Corrida da Linha (Cascais), organizada pelo Jornal Destak e a Meia Maratona de São João das Lampas . O nosso bom desempenho nesta área levou a que a estação de televisão SIC nos procurasse em 2015 e 2016 e nos solicitasse também apoio para transporte de repórteres de imagem do programa Sic Notícias Running.

Somos também convidados pela Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores de Bicicleta a efetuar apoio na corrida anual realizada entre Lisboa e Santarém.